Central de Atendimento : (21) 3385-2000

Frutos oleaginosos: pequenos no tamanho, mas grandes em nutrição

>>>Frutos oleaginosos: pequenos no tamanho, mas grandes em nutrição
Frutos oleaginosos: pequenos no tamanho, mas grandes em nutrição 2017-01-23T16:51:47+00:00

frutos-oleaginosos-pequenos-no-tamanho-mas-grandes-em-nutricao

Por Patricia Albuquerque – Nutricionista do Grupo COI

Os frutos oleaginosos, ou simplesmente as nozes, são representados pelos seguintes frutos: amêndoa, pecã, castanha-do-pará, castanha de caju, pistache, avelã, macadâmia, noz e castanha. Dentre as suas características, estão o alto teor de proteínas e as gorduras monoinsaturadas. Também são fontes de vitaminas do complexo B e vitamina E; de vários minerais como cálcio, ferro, magnésio, potássio, selênio, zinco; de fibras e de substâncias biologicamente ativas, com propriedades funcionais. Por isso, a inclusão desses frutos na alimentação é cada vez mais valorizada, contribuindo para a promoção de saúde e a prevenção de doenças.

Os oleaginosos, além de nutritivos e promotores de saúde, são ricos em calorias e, por isso, devem ser consumidos com moderação, compondo uma alimentação equilibrada. Para as pessoas fisicamente ativas ou para aquelas que têm longos intervalos entre as refeições, consumir alguns gramas de oleaginosos pode ser uma excelente estratégia de associar prazer e nutrição em pequenas porções diárias.

Um detalhe importante: graças à quantidade de gorduras presentes nos oleaginosos, eles são facilmente oxidados ou contaminados por fungos, podendo causar riscos à saúde. É importante prestar atenção no momento da compra e do armazenamento, uma vez que o estado de conservação dos frutos deve ser observado. O gosto e o cheiro alterados e a presença de manchas brancas ou escuras podem ser sinal de deterioração do produto.

As pessoas que têm algum tipo de alergia alimentar devem ficar atentas, já que, embora nutritivos, esses frutos podem provocar reações alérgicas.

No Brasil, país das frutas tropicais, o consumo de oleaginosos é frequentemente baixo e, muitas vezes, de forma pouco saudável, pela adição de açúcar, de gordura e de sal, como, por exemplo, as castanhas caramelizadas ou salgadas.

No período das festas de fim de ano, muitas pessoas costumam usar os oleaginosos para decorar pratos tipicamente natalinos e, dessa forma, são estimuladas ao consumo do fruto de forma in natura.

Abaixo seguem as sugestões de dois pratos simples e nutritivos.
Experimente!

Salada verde com castanha-do-pará e molho cítrico

Hortaliças: acelga, alface romana, alface americana, agrião, tomate cereja, azeitona preta, castanha-do-pará em lascas.
Molho: suco de limão, suco de laranja-pera, azeite, vinagre balsâmico.

Obs.: Misture os ingredientes secos e separe-os em vasilha própria.
Adicione o molho na hora de servir.

Arroz com amêndoas

  • Arroz integral (temperado com azeite e cebola e alho picados).
  • Amêndoas laminadas, levemente douradas na manteiga.
  • Salsinha picada para decorar o prato. Obs.: Após o arroz ficar cozido, adicione as amêndoas, misturando delicadamente. No final, salpique a salsa.