Central de Atendimento : (21) 3385-2000

Câncer de Fígado

Câncer de Fígado 2018-07-04T14:49:23+00:00

Estudo de Fase III, randomizado, aberto e multicêntrico de Durvalumabe e Tremelimumabe como tratamento de primeira linha em participantes da pesquisa com Carcinoma Hepatocelular Irressecável


PERÍODO DE RECRUTAMENTO: ABERTO PARA A INCLUSÃO DE PACIENTES

Critérios de inclusão

• Hepatocarcinoma confirmado com base nos achados histopatológicos dos tecidos tumorais
 
• Não deve ter recebido nenhuma terapia sistêmica anterior
 
• Estágio B (que não seja elegível para terapia locorregional) ou estágio C do Barcelona Clinic Liver Cancer (BCLC)
 
• Pontuação de Child-Pugh classe A
 
• Capacidade funcional do ECOG de 0 ou 1
 
Critérios de exclusão
 
• Histórico de encefalopatia hepática dentro dos últimos 12 meses ou exigência de medicações para prevenir ou controlar encefalopatia
•  Ascite que exija paracentese contínua, dentro de 6 semanas antes da primeira dose programada, para controlar os sintomas
  Trombose da veia porta principal presente no exame de imagem
 
• Infecção por HBV confirmada não deve ter coinfecção por HCV ou Infecção por HCV confirmada não deve ter coinfecção por HBV

Investigador Principal
: Dr. Fernando Meton

Contatos

Telefone: (21) 3509-2116; (21) 96845-7879 – Enf. Thamirez Vieira e Natália Carvalho
E-mail: centrodepesquisa@institutocoi.org

jvde

JVDE – CARCINOMA HEPATOCELULAR

Estudo de Fase 3, randomizado, duplo-Cego, controlado por Placebo de Ramucirumabe e melhor suporte à saúde (BSC) versus Placebo e BSC como tratamento de segunda linha em pacientes com carcinoma hepatocelular e alfafetoproteína (AFP) basal elevada após terapia de primeira linha com Sorafenibe

PERÍODO DE RECRUTAMENTO: FECHADO

Critérios de Inclusão

  • Diagnóstico de HCC baseado em achados histopatológicos e citológicos, na ausência de confirmação histológica, um diagnóstico de cirrose e HCC com características clássicas de imagem;
  • Tratamento com sorafenibe por pelo menos 14 dias e descontinuou o tratamento com sorafenibe 14 dias antes da randomização;
  • Progressão da doença radiograficamente confirmada durante ou após a descontinuação da terapia com sorafenibe ou descontinuou o tratamento com sorafenibe em razão da intolerância apesar da gestão adequada com sorafenibe e suporte à saúde;
  • AFP basal ≥400 ng/mL, conforme determinado pelo exame laboratorial local;
  • Performance status 0 ou 1.

Critérios de Exclusão

  • O paciente apresenta carcinoma fibrolamelar ou colangiocarcinoma hepatocelular misto;
  • O paciente apresenta histórico ou encefalopatia hepática atual (qualquer grau) ou ascite clinicamente significativa.
  • O paciente apresenta síndrome hepatorrenal em andamento ou recente (6 meses antes da randomização).
  • O paciente foi submetido a um transplante hepático anterior.


Investigador Principal: 
Dr. Fernando Meton

Contatos

Telefone: (21) 3509-2116; (21) 96845-7879 – Enf. Thamirez Vieira e Natália Carvalho
E-mail: centrodepesquisa@institutocoi.org